• Álvaro Dezidério

A Petrobrás virou a Geni do nosso tempo.

Atualizado: 30 de jun.


Ela não tem outra alternativa, dentro da legislação, que não seja repassar os preços internacionais do petróleo. Não. Nós não somos auto-suficientes em Petróleo. Quem falou isso mentiu para você.


A produção de Petróleo é para fontes de energia: Gasolina e Diesel. O que sobra vira plástico e resina, e outros itens, mas a razão principal são fontes de energia. Nós extraímos muito Petróleo. Quase o equivalente ao volume que consumimos internamente.


Porém, não temos capacidade de refino deste óleo que extraímos. Sabe aquelas refinarias que não foram terminadas? Pois é. Agora estão fazendo falta. O país não consegue refinar o petróleo e transformar em gasolina e diesel na velocidade na qual a nossa demanda necessita.


Já deu para perceber que é uma exportação de bens primários e importação de bens manufaturados. Vendemos petróleo e compramos o derivado deste petróleo que vendemos, mais caro. É como exportar laranjas e importar o suco de laranja em caixinha.


Se a empresa não repassar este custo ao preço interno ela terá que absorver o prejuízo.

E já vimos isso em 2012-2015. A Petrobrás quase quebrou. Ela é uma empresa de capital aberto negociada em bolsa e que possui vários sócios, com o governo brasileiro de posse de ações ordinárias que lhe conferem o controle. Mas ter o controle em empresas de capital aberto não quer dizer mandar sozinho.


Uma empresa de capital aberto significa que em algum momento da vida desta empresa ela foi “ ao mercado” buscar sócios, recebeu o dinheiro deste sócios, e agora precisa prestar contas e dividir lucros com eles. Se o controlador tomar decisões diferente disso terá problemas legais.


E estes sócios estão longe de ser os malvados especuladores inernacionais. Não se deixe enganar. Ali tem fundos de pensão, isto é, poupança dos trabalhadores deste Brasil. Talve até a sua previdência complementar esteja, em parte, ali.


Sabendo disso, você fica tranquilo com a empresa escolhendo ter prejúizo e quase quebrar por pressões políticas?


Hoje existe uma legislação federal que praticamente inviabiliza isso. Se a empresa o fizer estará operando a margem da lei. Para ela absorver este prejuízo tem que mudar a lei. E no momento o Congresso pretende mudar esta legislação, retornando para uma semelhante ao que tinhamos em 204-2015. Da para perceber o que vai acontecer, né?


Infelizmente não há solução simples e a curto prazo para esta situação. Como estamos em ano eleitoral, todos os candidatos vendem soluções fáceis que resolveriam os problemas. Todos estão mentindo para vocês. Todos.


A única solução rápida seria reestatizar a empresa e o Tesouro Nacional abraçar o prejuízo da empresa, colocando dinheiro para cobrir o rombo. Mas aí a dívida publica ou os impostos subiriam e todo mundo vai pagar de um jeito indireto, por esta “solução”.


Não há solução simples e que se implemente em uma canetada. Quem te fala isso mente.


A Petrobrás virou a Geni. Sabe a Geni: aquela moça da música politicamente incorreta?


Joga pedra na Geni Joga pedra na Geni Ela é feita pra apanhar Ela é boa de cuspir Ela dá pra qualquer um Maldita Geni


Chico Buarque, atualmente, seria cancelado (pela turma que não entendeu quem é a Geni).


Mas não é culpa da Geni.




0 visualização0 comentário